3 fatores que levam à oscilação no preço do leite

0

O preço do leite tem oscilado de maneira turbulenta ao consumidor. O longa vida, por exemplo, subiu 2,74% apenas em março, mas teve queda de 1,87% no acumulado de 2015. Já a categoria leite e derivados apresenta baixa anual de 0,56%. Conheça os três fatores principais que contribuíram para esse cenário, segundo Reginaldo Gonçalves, coordenador do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Santa Marcelina (Fasm).

Aumento da oferta
“Embora a oscilação no ano de 2015 exista, o aumento do preço do leite em março não repõe as reduções de janeiro e fevereiro. O que foi observado é que, no segundo semestre de 2014, houve uma oferta maior de leite e a produção internacional foi acima da média, apresentando uma pressão nos preços do mercado interno”.

Crise hídrica e elétrica
“Outros problemas internos estão provocando a oscilação, como o repasse do aumento da energia e os problemas com as bacias hidrográficas, que acabam tornando o processo produtivo mais caro”.

Adulteração
“O que prejudicou mais o consumo interno e ainda está latente é o problema da adulteração do leite. Essa situação está colaborando significativamente para a redução ou eliminação do consumo deste produto, já que muitos temem ficar doentes com a adição de soda cáustica ou formol, como foi noticiado pela televisão”.

Matéria extraída do site da revista Leite & Derivados.