Checkstand da P&G vira ponto extra

0

Imagine um checkstand que, quando os caixas estão fechados, funciona como um ponto extra. Desenvolvido pela P&G no México, esse equipamento já pode ser encontrado em 34 lojas brasileiras nos estados de Ceará, São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. O projeto ainda é recente no Brasil, mas nos demais países onde foi implementado – Guatemala e Panamá – as vendas nas categorias expostas em checkout aumentaram em mais de 20%.

No Brasil, o modelo foi adaptado para se encaixar nos caixas, já que o novo equipamento “cobre” o espaço que fica entre os checkouts quando não estão abertos (entenda melhor o funcionamento na galeria de fotos desta reportagem). Segundo Pedro Lobo, diretor de trade marketing da P&G, com isso, os supermercados evitam a perda de vendas que ocorre com o fechamento dos caixas e melhoram a experiência de compra do consumidor.

Com 40 ganchos e 12 prateleiras, o número de SKUs que o equipamento comporta varia conforme o tamanho do produto. Lâminas de barbear, escovas de dente e ampolas para cabelo são as categorias escolhidas pela P&G para compor o sortimento. “Mas já estão sendo testados confeitos, balas, chicletes, chocolates e snacks por serem de consumo imediato e ‘funcionarem’ como recompensa para o consumidor”, comenta Lobo. O checkstand possui 600 milímetros (mm) de largura fechado e 1900 quando aberto. A profundidade é de 1255 mm e a altura, 1440 mm.

O plano da fabricante é expandir a presença do novo checkstand a todas as regiões do País, focando as lojas de super e hipermercados. “Embora o custo seja elevado, estamos estudando todos os casos e nos baseando no retorno de vendas“, diz o diretor de trade marketing. Uma das contrapartidas que o varejo precisa oferecer é a garantia de exposição das marcas da P&G e o espaço de acordo com a participação projetada no checkout. “Trabalhamos fortemente com o varejo para nos aproximarmos do shopper e aumentar as vendas das categorias em que atuamos. Isso é muito importante para nós”, completa o executivo.

Matéria extraída do site da revista Supermercado Moderno.