INSTRUÇÃO NORMATIVA 62, QUE REGULAMENTA A QUALIDADE DO LEITE CRU, TEM PRAZO PRORROGADO

0

Produtos feitos à base de leite no Brasil terão até julho de 2018 para se adequarem aos padrões de qualidade exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Instrução Normativa 62/2011. A nova data foi instituída por meio da publicação, no dia 3 de maio, da IN 07/2016. Além da alteração do prazo para adequação dos produtores, o novo dispositivo cria a Comissão Técnica Consultiva para o Monitoramento da Qualidade do Leite (CTC/leite), grupo formado por representantes do governo, indústria, produtores e instituições de pesquisa. Sua atribuição será elaborar, em até 24 meses, uma proposta para institucionalizar o Plano Nacional de Melhoria a Qualidade do Leite.

A modificação do prazo e a criação da CTC são as únicas mudanças trazidas pela IN 07/2016 com relação a IN 62, uma vez que foi mantido o texto com os requisitos exigidos pela norma aos produtores de leite. Entre eles estão os novos padrões de Contagem Bacteriana Total (CBT) – que passa de 300 mil UFC/ml para 100 mil UFC/ml – e de Contagem de Células Somáticas (CCS) – de 500 mil cel./ml para 400 mil cel./ml. Outros pontos pelos quais os produtores terão que se adequar se referem aos parâmetros para a condição sanitária do úbere das vacas, monitoramento da incidência de mastite no rebanho, condições de transporte e resfriamento, dentre outros.

Fonte: Revista Silemg Notícias Ano XIX – n 69 – Maio/ Junho 2016