O Valor das Embalagens Flexíveis na Redução do Desperdício de Alimentos

20

O Comitê de Meio Ambiente e Sustentabilidade da ABRE encabeçou o projeto de tradução da cartilha produzida pela FPA – Flexible Packaging Association – entidade norte-americana representativa da indústria de embalagens flexíveis no país, motivado pelo projeto sobre economia circular e a valorização da função da embalagem na prevenção de perdas, que vem desenvolvendo juntamente com a Cetesb e Fundação Ellen MacArthur.

A discussão acerca da prevenção da perda e desperdício de alimentos está hoje na pauta da sociedade mundial, engajando as Nações Unidas, governos, empresas, entidades e ONGs na defesa desta causa, percebendo a gravidade do tema tanto pelos impactos ambientais desse desperdício, como pela vertente social frente à problemática da falta de alimentos para uma parcela da população mundial.

Esta é a primeira vez que a ABRE publica um material que trata especificamente de um único tipo de embalagem. Contudo, o Comitê entendeu que este exemplo caldado em estudos com embalagens flexíveis é pertinente a toda a indústria de embalagens e irá esclarecer o tema de forma objetiva e inspiradora para todo o setor, incentivando novos estudos e publicações.

A cartilha traz análises científicas que demonstram comprovadamente o verdadeiro ganho para o meio ambiente na prevenção das perdas de alimentos por meio do devido acondicionamento dos produtos, o que se aplica a todas as embalagens.

Esperamos que mais estudos sejam realizados em nosso país para que possamos identificar possíveis gargalos com base nos costumes de nossa sociedade, e como melhor direcionar as tecnologias de embalagens e a comunicação ao consumidor para evitar as perdas e desperdício de alimentos.

Conteúdo extraído do site ABRE – Associação Brasileira de Embalagem