EMBALAGEM É TUDO!

0

Tida como a primeira impressão dos clientes em relação à marca, a embalagem diz muito não só de uma mercadoria específica, mas também sobre a identidade da empresa que a produz, bem como seus conceitos e objetivos – englobando a extensa cadeia produtiva, que envolve matérias-primas, máquinas, equipamentos, tecnologias de impressão, decoração e rotulagem, envase, acondicionamento e logística. Por isso, é importante estar sempre atendo às tendências do mercado e ao comportamento de seu público-alvo para que, esteticamente, o produto esteja bem apresentado.
De acordo com um estudo realizado pela Associação Brasileira de Embalagem – ABRE com os supermercadistas, a embalagem é tudo quando o assunto são as compras nos pontos de venda. Dentre seus objetivos, a embalagem visa: conquistar o consumidor, permitindo que ele tenha uma relação afetiva e individual com cada objeto; viabilizar a compra do produto; informar sobre seu conteúdo; destacar seus principais atributos; despertar o desejo de compra; agregar valor, a fim de vencer a barreira do preço estipulado; e garantir que ele chegue ao destino final em perfeitas condições, levando a marca do fabricante até a casa do consumidor para que, deste modo, haja possibilidade de promover a recompra.

NÃO IMPORTA O PORTE DA EMPRESA. O design de embalagem tem impacto direto no desenvolvimento dos negócios, ampliando a percepção do cliente sobre a grandiosidade da instituição e aumentando, assim, seu potencial de vendas, gerando mais lucros.

A embalagem eleva o status de simples mercadoria ao conceito de desejo de consumo. Bem feita, se faz ainda mais necessária para empresas que não contam com assessoria de imprensa, já que, esse canal é, possivelmente, o único meio de divulgação e comunicação entre organizações e clientes.

No entanto, uma embalagem não pode ser apenas esteticamente agradável, ela deve cumprir padrões de higiene, formato, praticidade e segurança pré-estabelecidos. Para que o design da embalagem seja desenvolvido de forma a atender as expectativas da marca e os objetivos do Marketing, é necessário entender alguns pré-requisitos básicos, conforme a seguir: conhecer o produto (características, composição, seus diferenciais de qualidade e principais atributos, incluindo o processo de fabricação), os requisitos técnicos do trabalho a ser feito e as características da linha de envase na qual será utilizada; pesquisar sobre os concorrentes de mercado e a situação nos pontos de venda; perceber quem é e o que quer o consumidor; e fazer a revisão final do produto para que não tenha nenhum ruído quanto ao teor das informações veiculadas nem erros de grafia. Este é, antes de tudo, um trabalho de sensibilidade. Envolve cuidado, conhecimento sobre o cliente e o produto, criatividade e noções de estética.