Vinhos e literatura: tudo a ver!

20

Um vinho sempre combina com uma boa leitura. Sabendo disso, a agência de design Reverse Innovation, com sedes em Milão (Itália) e em Amsterdã (Holanda), sugeriu à vinícola Matteo Correggia, de Canale d’Alba, no norte da Itália, levar literatura para os rótulos dos vinhos produzidos por eles. Assim foi criado o projeto Librottiglia, união das palavras livro e garrafa, em italiano. Os livros funcionam como rótulos para as garrafas de 375 mililitros e se distinguem não só pelo seu conteúdo, mas pelo design gráfico minimalista.

O projeto foi apresentado em uma trilogia que está em sintonia com o tipo do vinho escolhido. A cantora e compositora italiana Patrizia Laquidara assina “La Rana nella Pancia” (A Rã na Barriga), uma fábula “enigmática como o vinho seco brachetto Anthos e seu surpreendente aroma adocicado de frutas vermelhas e rosas”. Já a escritora brasileira e produtora cultural Regina Nadaes Marques, radicada em Milão, apresenta o romance “Ti amo. Dimenticami” (Te amo. Esqueça-me), com uma história de amor “intensa como o tinto nebiolo da região de Roero, no Piemonte”. A trilogia se completa com “L’Omicidio” (O Homicídio), uma ação policial bem-humorada do autor satírico Danilo Zanelli, “leve e refrescante, como o vinho branco Roero Arneis”.

Fonte: EmbalagemMarca